Texto retirado da Folha On-Line


O produtor de cinema Herbert Richers, dono da empresa que leva o seu nome e foi uma das pioneiras no ramo de dublagens no Brasil, morreu hoje aos 86 no Rio. Richers estava internado na Clínica São Vicente desde o último dia 8 e morreu em consequência de um problema renal.
O velório acontece hoje (20/11), a partir das 14h, na capela 1 do cemitério Memorial do Carmo, no Rio.
Richers nasceu em Araraquara, interior de São Paulo, em 11 de março de 1923 e se mudou para o Rio em 1942, onde fundou, em 1950, a companhia que leva seu nome.
Atualmente, a empresa possui um dos maiores estúdios de dublagem da América Latina e é responsável por grande parte dos filmes exibidos em português no país.
Os filmes dublados pela empresa são conhecidos pelo anúncio que diz "versão brasileira, Herbert Richers" ao início.